Hidratante Miss Dior: resenha

Estou com quase 30 anos e em uma fase em que quero mudar a forma como as pessoas me enxergam. Me sinto ainda muito menina e além de uma mudança no guarda roupa achei necessário mudar também o meu cheiro. Por isso hoje venho falar sobre o hidratante Miss Dior.

Invejo demais as pessoas que tem um perfume como sua assinatura e quero muito isso pra mim neste momento. Porém, moro em Belém e aqui sinto que ainda estamos muito atrasados, pois não temos um lugar especifico que venda uma variedade significativa de perfumes. Portanto, fui atrás de nossos maravilhosos youtubers e do site Fragrântica para ter ideia do que comprar e não comprar.

Fui atrás principalmente de perfumes femininos da casa Chanel e Dior que já tinha uma ideia do quão maravilhosos eles são. A primeira compra, então, foi este hidrante Miss Dior porque eu queria sentir se o cheirinho era tudo isso que diziam. Não investi logo no perfume por sentir medo do patchouli que sinto que deixa os perfumes com cara de vó haha.

De acordo com a Fragrântica a nota de topo é Tangerina italiana, as notas de coração são Jasmim egípcio e Rosa e as notas de fundo são Patchouli ou Oriza e Almíscar. Sinto muito o patchouli nesta fragrância! O que faz deixar ele forte.

É um cheiro marcante, amadeirado, quente e muito chic. Enxergo uma mulher independente, bem sucedida, bem vestida, sem preocupações e bem resolvida usando ele. Ou seja, resumindo é um ‘perfume’ sério e quem tá acostumada com perfumes doces menininha (como eu) vai estranhar de primeira.

Não sei se compraria o perfume Miss Dior, porque moro em Belém e aqui acho muito complicado usar perfumes fortes mesmo a noite. Sinto que para cá já seria o suficiente o hidratante, porque não machuca olfato alheio mesmo sendo forte. Na minha pele fixou muito bem me deixando cheirosa e hidratada o dia inteiro.

Só tenho coisas boas para falar da textura! Não gosto de hidrantes duros/grossos que são difíceis de espalhar e ele é emoliente na medida certa. Também não gosto de hidratantes que deixam a gente preguenta/suada e ele deixa a pele sequinha e aveludada mesmo depois de 12h.

A embalagem também é maravilhosa por ser de plástico e resistente. Isso facilita levá-lo em viagens!

Valeu cada centavo que investi! Comprei o meu na Sépha com 200 ml e custou R$250 e frete grátis.

Beijos,

Thálita Montenegro é formada em licenciatura plena em pedagogia, pós-graduada em Educação Especial e professora. Criou o blog Thah de Pavulagem em 2011 por amar escrever e compartilhar suas experiências. Paraense, 27 anos, sagitariana, louca por livros, academia e tudo do universo feminino

Comentar -
Compartilhar
0

VEJA TAMBÉM

Look junino improvisado usando vestido

Ano passado fiz um post com 5 ideias para ajudar quem quer fazer um look junino improvisado bem legal sem gastar muito. Agora eu trago pra vocês meu look real desse ano para a festa da escola (pra quem não sabe sou professora). Vou confessar que arrasei! Todo mundo adorou!

 

Eu não queria gastar comprando roupa junina que depois eu não usaria mais, então, vasculhei meu armário para achar algo bacana. A primeira peça que escolhi foi o coturno da marca Summer que comprei (não faz muito tempo) na loja Studio Z que fica aqui em Belém no shop Bosque Grão Pará. Custou R$100 e valeu cada centavo o investimento.

Eu não queria usar calça jeans (já que uso todo dia), então a segunda peça escolhida foi esse vestido off white lindo, bem bonequinha, com detalhes em renda. Comprei de uma revendedora que não tem loja física e não tenho o contato dela, mas lembro que foi R$100. Um vestido bem universal que todo mundo tem um.

Por cima eu estava em dúvida se usava blusa jeans ou quadriculada. Porém, como é festa junina e esse look com a blusa jeans eu poderia usar no dia a dia, escolhi a quadriculada mesmo. Comprei essa blusa não faz muito tempo na C&A e custou R$89,90.

Pra completar o look usem a imaginação de vocês! Eu usei uma tiara com um chapeuzinho de palha que custou R$10 em uma loja de biju próximo a loja Brazz Brazz na rua Padre Eutíquio. O relógio que estou usando é Michael Kors e a bolsa é da Renner.

Adoro festa junina! É comida deliciosa, é alegria e um calor danado de bom. Ainda tenho mais uma festa pela frente e claro que será mais um look junino improvisado e se ficar bacana mostro pra vocês também (serei noivinha).

Espero que tenham gostado!

Beijos,

Thálita Montenegro é formada em licenciatura plena em pedagogia, pós-graduada em Educação Especial e professora. Criou o blog Thah de Pavulagem em 2011 por amar escrever e compartilhar suas experiências. Paraense, 27 anos, sagitariana, louca por livros, academia e tudo do universo feminino

Comentar -
Compartilhar
0

VEJA TAMBÉM

Presentes mais bregas e perfeitos para namorados

Dia dos namorados é para a gente ser brega mesmo, porque se for pra ser comedido a gente nem namora! Junho é um dos meus meses favoritos por dois motivos: festas juninas e dia dos namorados (mesmo solteira). Então, hoje mostro os presentes mais bregas e perfeitos para namorados (que eu daria e amaria ganhar).

1 – Almofada “Você robô meu coração”: quem nunca deu pelúcia pro namorado levanta a mão! haha. E quando ele ainda vem com uma frase brega? Gente, quando vi esse robô da Imaginarium gamei e tinha que ser o primeiro por aqui.

2 – Caneca Han Solo e Leia: eu sou aquela namorada que adora dar caneca e para aqueles que não tem muita criatividade pode comprar já pronta como essa da Imaginarium ou mandar fazer uma personalizada com algo que represente vocês.

3 – Aliança de compromisso ou um presente eterno: quem nunca teve aliança de compromisso levante a mão haha. Não precisa ser necessariamente esse o propósito, mas é uma excelente dica para aqueles que amam dar presentes que duram por toda a vida. Ela/ ele merece, né? A Pandora é hoje minha loja favorita e tem várias jóias inspiradas no amor.

4 – Vídeo com fotos e vídeos de vocês: esse pode custar somente teu tempo e criatividade para elaborar ou pagar um profissional para fazer. Lembrando que também dura por toda a vida e único.

5 – Viagem: sabem aquela viagem que sempre querem ir, mas deixam pra depois? Organiza sem ela/ele saber e dá dia 12/06! Sei que não é um presente brega, mas é clichê.

Óbvio que nada disso tem sentido se no dia a dia não tem respeito, não tem amor, não tem companheirismo. Claro que nem sempre estamos em um dia bom ou em uma época boa e nem sempre estamos dispostos. Porém, o amor sempre vale a pena. SEMPRE!

Corram riscos, se joguem, sejam bregas, amem com toda a intensidade e não se esqueçam de valorizar os pequenos detalhes, porque tudo que é material vai embora. O que fizemos no dia a dia é o que fica. Desde já um feliz dia dos namorados a todos.

Beijos,

Thálita Montenegro é formada em licenciatura plena em pedagogia, pós-graduada em Educação Especial e professora. Criou o blog Thah de Pavulagem em 2011 por amar escrever e compartilhar suas experiências. Paraense, 27 anos, sagitariana, louca por livros, academia e tudo do universo feminino

VEJA TAMBÉM

Schutz Disney Villains: desejo

Não precisa nem me conhecer pessoalmente pra saber que eu amo itens de coleção e piorou se ainda for da Disney! E parece que não sou só eu! Hoje venho falar de mais uma coleção maravilhosa: a Schutz Disney Villains.

Ela é composta por produtos entre bolsas, sapatos e acessórios inspirados em três vilãs: Malévola, Lady Tremaine e Cruella De Vil. Eles vão dos mais básicos até os mais fashions, porém com muito glamour.

O preço não é do mais acessível, afinal estamos falando de Schutz, mas vale super a pena dar uma conferida e quem sabe até investir (confesso que estou super tentada) em algum produtinho. Vamos aos produtos que mais curti (e fica a dica pro crush de presente para o dia dos namorados haha):

Cruella De Vil: Esse scarpin metálico e o vermelho senhooooooor… que isso? Meus favoritos de toda a coleção! Sim! Neles que estou tentada a investir, mas o anjinho amigo do bolso tá me controlando! E essas bolsas? <3

Malévola: Outro produtinho que estou super apaixonada é essa bota over the knee! Porém, lembro que moro em Belém e a vontade passa haha. E essa mala? Já imagino meu próximo destino!

Lady Tremaine: Agora olhem essa mala de mão! Gente, quero viajar amanhã! As bolsas tira colo estão uma graça e tem pras mais ousadas e mais tradicionais. Quero tudo!

Obviamente postei os produtos que mais me chamaram atenção, mas vocês podem ver todos os produtos AQUI . Se gostou de algum item, corre, mulher! Porque tá esgotando tudo.

Beijos,

Thálita Montenegro é formada em licenciatura plena em pedagogia, pós-graduada em Educação Especial e professora. Criou o blog Thah de Pavulagem em 2011 por amar escrever e compartilhar suas experiências. Paraense, 27 anos, sagitariana, louca por livros, academia e tudo do universo feminino

VEJA TAMBÉM

13 Reasons Why: vamos falar dos sentimentos?

A série 13 Reasons Why (Os 13 porquês) está super em alta e nas redes sociais é basicamente o assunto do momento. Aproveitei o final de semana e em dois dias vi toda a série. Valeu super a pena!

Confesso que foi complicado pra mim, pois achei a série forte. Muitas cenas de estupro, de dor e de violência que me sufocaram. Porém, é um assunto que muito me interessa devido ao meu trabalho como professora e obviamente por ser parte de uma sociedade que está inserida neste contexto.

Eu sou um pouco velha e na minha época não existia a palavra bullying, mas ela fazia parte da minha vida assim como de todos nós. Não lembro de ter sofrido bullying antes da minha 8ª série (hoje 9º ano/9), mas tive vários colegas que sim. Algumas vezes lutei por eles e obviamente sofri as consequências que é interessante ressaltar que não me arrependo.

Por lembrar como é a adolescência acredito muito na importância da série e da forma como ela aborda o assunto. Nossos jovens na maioria das vezes não compreendem que cada um reagirá de forma diferente a determinadas situações e levam tudo na brincadeira. Não compreendem que para um é uma coisa boba e para outro é um gatilho para várias consequências.

Bullying não traz somente consequências para quem sofre, mas quem pratica. A série foi maravilhosa nesse sentido, pois mostra que não traz consequências somente jurídicas, mas psicológicas também.

Infelizmente vivemos em uma sociedade que incompreende o diferente. Seja este diferente no físico ou psicológico. O que é muito louco, porque todos nós somos diferentes um do outro em alguma coisa. No máximo somos parecidos com o outro.

O diferente sempre me atraiu! Dentro da licenciatura trabalho com pessoas com deficiência e seja na sala regular ou não vejo um erro gravíssimo: trabalhar a igualdade. Todos nós somos diferentes e acredito na luta pela equidade para assim conquistarmos nossos direitos com justiça.

Sugiro aos pais que antes de deixarem os filhos assistirem a série busquem assistir primeiro para então decidirem se deixarão eles assistirem sozinhos ou se irão acompanhar com eles. Mesmo que deixem eles assistirem sós indico conversarem com os filhos a cada episódio.

Sentimento é algo muito sério e diferente da escola particular os alunos da escola pública não tem orientador como o Sr. Porter na série 13 Reasons Why. Eu sempre me coloquei a disposição dos alunos da escola (não somente os meus) para falarmos sobre os sentimentos e buscarmos juntos compreender tudo. Algo que facilita é eu ser uma professora fisicamente nova, aparento ter a idade deles.

Muitos me procuram, deixo sempre eles colocarem o ponto de vista deles e ao final não coloco meu, mas faço reflexões. Julgar/ pensar o pior é sempre o caminho mais fácil. Difícil é ter empatia, se colocar no lugar do outro.

Somos responsáveis pelo outro! Não tem problema não estar tudo bem, mas juntos podemos passar por qualquer coisa. Tudo ficará mais fácil., acredite.

Vamos começar com coisas simples! Que tal dizer ‘bom dia’ a um desconhecido? Ou um ‘eu te amo’ àquela pessoa que amamos e por isso achamos que não precisamos dizer?

Beijos,

Thálita Montenegro é formada em licenciatura plena em pedagogia, pós-graduada em Educação Especial e professora. Criou o blog Thah de Pavulagem em 2011 por amar escrever e compartilhar suas experiências. Paraense, 27 anos, sagitariana, louca por livros, academia e tudo do universo feminino

VEJA TAMBÉM